fbpx

Você sabe por que o ferro e o aço substituíram a madeira na construção?

O papel que hoje é desempenhado em larga escala pelo aço e pelo ferro já foi ocupado pela madeira – apesar das limitações que este produto pode impor às obras de construção civil. De fato, a substituição da madeira por estruturas de ferro foi uma verdadeira revolução no setor, trazendo grandes inovações nos padrões arquitetônicos. Os projetos cresceram e, ao mesmo tempo, passaram a ocupar menor espaço físico. Essa inovação começou para valer em 1779, na Inglaterra, quando foi construída uma ponte sobre o Rio Severn. Com a tecnologia das estruturas metálicas, empregada pela primeira vez numa obra de grande porte como essa, ficou clara a maior resistência das estruturas metálicas, entre muitos outros benefícios. 

Essa técnica, muito cara no início, trazia com uma de suas vantagens a possibilidade de criar estruturas mais seguras. Com o uso do metal, menos pilares passaram a ser necessários para sustentar uma obra com segurança. Como resultado imediato, o espaço interno das próprias construções ficou maior. Tudo isso provocou uma grande evolução no setor. Para se ter ideia, a partir de então foi desenvolvida uma variedade aços para atender as mais diferentes necessidades dentro de uma construção. Hoje, existem mais de 3.000 tipos de aço no mercado.  

Na construção civil, o aço pode ser utilizado de dois jeitos: 1) Na forma de edificação, onde a estrutura base é montada com componentes de aço; 2) Na forma de armadura para compor a estrutura de concreto armado. Aqui no Brasil, ainda é dominante essa segunda opção, com a edificação sendo montada com estruturas de concreto armado, mas pelo mundo vivemos um crescimento do uso das edificações de aço, descrita no primeiro item. 

Na construção civil, seu uso foi determinante para o desenvolvimento de projetos cada vez mais ousados, além da sua utilização estar diretamente ligada a fatores como peso da obra e preocupação com a preservação ambiental, um tema cada vez mais recorrente em todo o planeta. No caso dos projetos arquitetônicos, o uso do ferro ou do aço nos sistemas construtivos aumentou sensivelmente a liberdade dos arquitetos. A tecnologia do aço proporciona a esses profissionais total liberdade criadora, permitindo a elaboração de projetos arrojados e de expressão arquitetônica marcante. 

 A estrutura metálica mostra-se particularmente indicada nos casos onde há necessidade de adaptações, ampliações, reformas e mudança de ocupação de edifícios. Além disso, torna mais fácil a passagem de utilidades como água, ar condicionado, eletricidade, esgoto, telefonia, informática etc. Tem mais: o sistema construtivo em aço é compatível com qualquer tipo de material de fechamento, tanto vertical como horizontal, admitindo desde os mais convencionais (tijolos e blocos, lajes moldadas in loco) até componentes pré-fabricados (lajes e painéis de concreto, painéis “drywall” etc). 

A lista de vantagens do aço sobre a madeira, portanto, é imensa, a começar pela sua qualidade. A fabricação industrial segue rígido controle de qualidade – incluindo todas as etapas desse processo, como a precisão milimétrica das suas dimensões até a resistência do material. A fabricação desses produtos, hoje em dia, tornou-se rápida, o que é outra vantagem, pois isso agiliza qualquer obra. A produção de aço e ferro, com o passar as décadas, tornou-se um processo extremamente eficiente e rigoroso. Então, as peças são fabricadas de maneira milimetricamente. Como resultado imediato, não há desperdício de materiais ou de dinheiro num produto que poderia sobrar ao final da obra. 

Na forma de armadura para compor a estrutura de concreto armado, a montagem é bastante organizada, pois as estruturas já chegam prontas na obra, montadas com precisão por empresas como a Udiaço. Isso evita que o material, enquanto não é utilizado, ocupe um espaço desnecessário no canteiro de obras. Também aqui, essa montagem personalizada, feitas de acordo com o projeto do cliente, evita desperdícios. Além dessa fabricação precisa, também ocorre o reaproveitamento e a reciclagem do aço. 

O uso do aço permite que os trabalhadores atuem em diferentes frentes, simultaneamente, o eu traz praticidade e economia de tempo. O fato da montagem da estrutura não ser afetada pelas chuvas pode levar a uma grande redução de tempo de serviço também. 

 A preservação do meio ambiente é afetada, positivamente, de várias formas. Primeiro: o aço é 100% reciclável e todas as suas estruturas podem ser desmontadas e reaproveitadas. Além disso, a estrutura metálica é menos agressiva ao meio ambiente, pois além de reduzir o consumo de madeira na obra, diminui até a emissão de poluição sonora gerada pelas serras e outros equipamentos destinados a trabalhar a madeira.

By | 2020-09-23T18:47:10-03:00 24/09/2020|Construção|