fbpx

Os 10 projetos famosos construídos com aço

A presença do aço na arquitetura, no início do século XX, é considerado um dos desenvolvimentos mais inovadores da construção civil. O material permitiu a criação de estruturas com alturas nunca antes vistas. 

Ao longo do século seguinte, o aço ganhou ainda mais destaque como o material usado em alguns projetos emblemáticos para a história da arquitetura. O aço possibilitou aos arquitetos imaginar o que nos séculos anteriores seria considerado impossível. 

Selecionamos 10 das maiores e mais famosas construções em que o aço foi protagonista. Confira:

Woolworth Building, Estados Unidos

O Woolworth Building é um arranha-céu de 57 andares e 241 metros de altura com  uma moderna estrutura de aço. Considerado um dos 50 arranha-céus mais altos dos Estados Unidos e um dos mais altos do mundo, a edificação está situada em Manhattan, no número 233 da Broadway. 

Pavilhão Barcelona, Espanha

O Pavilhão de Barcelona é uma obra emblemática do Movimento Moderno. Construído utilizando vidro, aço e diferentes tipos de mármore, o Pavilhão foi concebido para acomodar a recepção oficial presidida pelo rei Alfonso XIII de Espanha, juntamente com as autoridades alemãs. 

 

 Chrysler Building, Estados Unidos

O Chrysler Building é um arranha-céu edificado em Nova York,  considerado o sétimo edifício mais alto do país com 319 metros de altura e uma coroa de aço inoxidável que brilha soberana no céu de Manhattan.

Maison de Verre, França

Maison de Verre – ou “Casa de Vidro” – se tornou um grande exemplo da arquitetura moderna. Os principais materiais utilizados são o aço, vidro e tijolo de vidro. O piso emborrachado e a estrutura em aço eram novidade na década de 20, o que levou a obra ser considerada como uma das maiores da época. 

A Biosfera de Montreal, Canadá

A Biosfera de Montreal é um museu dedicado ao meio ambiente. O edifício originalmente formava uma estrutura fechada de células de aço e acrílico, com 76 metros de diâmetro e 62 metros de altura. Durante a década de 70, as reformas estruturais provocaram um incêndio, o qual queimou a bolha acrílica transparente do prédio, mas a estrutura de aço duro permaneceu intacta. 

Centro de Imprensa e Difusão Shizuoka, Japão

Construído em 1967, o Centro de Imprensa e Difusão Shizuoka é um dos edifícios mais emblemáticos da arquitetura japonesa. O núcleo serve como um eixo de acesso às unidades de escritório modulares: caixas de vidro e aço de 3,5 metros de balanço que pontuam o núcleo principal em lados alternados.

Willis Tower – Sears Tower, Estados Unidos

A Willis Tower, anteriormente conhecida como Sears Tower, é um arranha-céu localizado em Chicago, nos Estados Unidos, sendo o mais alto edifício da América do Norte de 1974, quando foi inaugurado, até 2014 quando o One World Trade Center em Nova York foi concluído. Sua estrutura é composta por aço e vedação em vidro.

Bank of China Tower, China

O Bank of China Tower é um arranha-céu localizado em Hong Kong, China, que abriga a sede do Bank of China. A estrutura do prédio é constituída por uma armação de aço de quatro eixos verticais em um sistema estrutural que diminui gradativamente até formar um prisma triangular.

Millennium Dome, Reino Unido

O Millennium Dome, posteriormente chamado de The O₂ Arena, é uma arena multi-esportiva inaugurada no final de 1999, na Península de Greenwich, no Reino Unido. O projeto da cúpula destaca um círculo de doze mastros de aço com cem metros de altura, que suportam uma rede de cabos de alta tensão. 

 Pavillon Le Corbusier, Suíça

Icônico por seu teto de aço flutuante e painéis coloridos, o Pavillon Le Corbusier é um museu de arte suíço em Zurique-Seefeld, em Zurique. Cubos de estrutura de aço modular compõem também a estrutura da base.

By | 2021-03-01T09:34:51-03:00 01/03/2021|Curiosidades sobre o aço|