fbpx

Entenda o que são e para que servem as barras de transferência

Embora seja uma expressão comum na área de construção civil, nem todos sabem exatamente o que são e para que servem as barras de transferência. Você sabe? Para começar, você sabia que elas são desenvolvidas para o uso em pisos, pavimentos e lajes de concreto, em todas as juntas das placas quando é necessário transmitir as cargas verticais de uma placa para outra. Portanto, elas são muito importantes para a qualidade final da construção e também para a segurança da obra, pois são as barras de transferência que permitem os movimentos horizontais de expansão e retração causados em toda a estrutura de concreto devido à variação da temperatura e a distribuição de cargas.

A ausência das barras de transferência provoca com que cada placa de concreto trabalhe independente da outra, o que pode ocasionar aumento de tensão em determinados pontos. Em outras palavras, isso significa que a sua correta utilização evita fissuras e o empenamento do concreto, já que as suas bordas ficam niveladas. Quando aplicada, a barra de transferência desliza com grande facilidade no concreto, pois elas são totalmente retilíneas e não possuem rebarbas ou amassamentos nas pontas. Para você entender melhor, confira algumas das principais vantagens de se utilizar as barras de transferência em uma obra:

  •       Fácil manuseio, conferência, estocagem
  •       Evita fissuramento
  •       O número de juntas é reduzido
  •       Maior planicidade, segurança e durabilidade
  •       Facilidade de rolamento
  •       Pouca manutenção
  •       Menor espessura
  •       Menor custo final

Como explicado no início do artigo, a barra de transferência deve ser utilizada em pisos, pavimentos e lajes de concreto. Mas é preciso avaliar, com rigor, a necessidade de cada construção para utilizar a barra com o diâmetro adequado à espessura do piso, pavimento ou laje, de acordo com as recomendações do American Concrete Institute (ACI) e, também, segundo as orientações do engenheiro responsável pela obra. 

As barras de transferência são fabricadas em aço CA 25, em bitolas de 10 a 32 mm, e fornecidas prontas para o uso no comprimento-padrão de 50 cm.  Elas são confeccionadas a partir de barras redondas, lisas e retilíneas. Na maioria dos casos, as barras são colocadas centradas em relação à espessura da placa e à distância de 30 cm umas das outras. Elas ainda devem ser amarradas em suportes especiais (espaçadores treliçados), de uma maneira que fiquem totalmente paralelas entre si.

Muitos profissionais ainda confundem o vergalhão e a barra de transferência. Mas é importante entender que eles são aplicados em momentos diferentes. O vergalhão é um item fundamental quando se trata de dar suporte às estruturas de concreto, como pilares e vigas. Como eles possuem uma superfície nervurada, sua aderência ao concreto é alta. Por outro lado, a barra de transferência, como já explicado, é utilizada entre as placas de concreto armado para distribuir as cargas sobre o piso, sendo aplicadas em pisos, pavimentos, garagens e lajes. Além disso, sua superfície é lisa.

By | 2020-08-27T15:27:40-03:00 27/08/2020|Construção|