fbpx

Plantas da Obra – Entenda quais são os projetos necessários

Os projetos são imprescindíveis para a execução de uma obra, do início ao fim. Esses projetos são importantes para traçar cada etapa da construção, delimitar tempo e recursos, além de evitar prejuízos.

Amparado aos projetos, temos as plantas da obra que são documentos elaborados por profissionais da área, contendo todas as especificações técnicas de engenharia, arquitetura, elétrica, entre outros. 

 Nesta matéria vamos explicar tudo sobre os projetos obrigatórios e adicionais em uma obra. Confira!

Projetos Obrigatórios

São imprescindíveis, pois sem estes projetos assinados e autorizados a obra não pode ser iniciada.

  • Projeto Estrutural: é realizado por um engenheiro civil e conhecido apenas como planta, Neste projeto, é analisada a resistência do solo e todas as cargas de peso para compor cálculo das fundações e estruturas necessárias para manter a construção de pé e evitar problemas futuros, como trincas, rachaduras, e até desabamentos.  Além disso, o projeto estrutural também detalha a largura, comprimento, diâmetro, formas e amarração de todos os elementos estruturais da casa, como sapatas, colunas, vigas, lajes, entre outros elementos. Sendo assim, é possível calcular as quantidades necessárias de concreto e aço para a execução.
  • Projeto Legal: é o alvará da obra emitido pela prefeitura da cidade, normalmente as exigências comuns deste projeto são taxa de ocupação, taxa de aproveitamento, área de permeabilidade, iluminação, ventilação e os recuos a serem utilizados, entretanto as normas podem variar de acordo com a região. O projeto legal é importante porque sem ele, a obra corre o risco de ser paralisada e multada. Outro ponto, é que se houver financiamento, os bancos exigem o alvará para a liberação.

 

Projetos Auxiliares

São opcionais, mas são importantes para auxiliar no planejamento e execução da obra.

  • Elétrico: determina os circuitos elétricos e seus componentes, além de indicar o quadro de distribuição com todos os seus disjuntores.
  • Hidráulico: normalmente é dividido em: água pluvial/esgoto e água fria/quente. Indica todos os elementos, ligações e equipamentos do sistema hidráulico.
  • Paisagístico: determina a composição do jardim e outros pontos da obra com plantas, como áreas de luz. Detalha as espécies de plantas utilizadas, tipos de terra, cuidados de irrigação e manutenção, elementos decorativos e iluminação.
  • Interiores: prevê como será o interior da obra, detalhando mobília, cores, texturas, itens de decoração e outros itens que trazem um toque pessoal;
  • Tubulações embutidas: outro desenho importante a ser fornecido para o proprietário da obra é aquele que indica as regiões das paredes onde existem tubulações embutidas evitando assim que o morador faça furações na parede e provoque rupturas.

 

Independentemente do tipo de projeto, seja ele obrigatório ou auxiliar, é de extrema importância que seja feito por profissionais da área, garantindo mais segurança e qualidade na execução.

Gostou do conteúdo? Confira outras matérias exclusivas sobre o ramo da construção civil aqui em nosso blog. 

By | 2021-07-08T10:51:10-03:00 08/07/2021|Construção|